O Botafogo vive um momento de transição. Para a próxima temporada, o clube apresentou Valdir Espinosa como novo gerente de futebol. Pelo menos até a chegada dos investidores, que podem reformular a diretoria. Até lá, muita água vai rolar e o Alvinegro tem algumas missões pela frente em um curto período de tempo.

Quatro grandes desafios estão definidos antes mesmo do primeiro jogo de futebol ao vivo. Mais que isso. Terão que ser resolvidos em poucas semanas para que na reapresentação, em 6 de janeiro, o técnico possa saber qual elenco terá nas mãos e com tranquilidade para trabalhar.

futebol ao vivo, jogo ao vivo, jogo ao vivo grátis, jogo do PSG ao vivo, jogo do Flamengo ao vivo

Saída de atletas fora dos planos

O Botafogo tem como principal meta enxugar a folha salarial para jogar o primeiro jogo ao vivo de 2020. Principal líder da diretoria de transição, Carlos Augusto Montenegro revelou que o objetivo é reduzir de aproximadamente R$ 3 milhões para R$ 1 milhão, o que deixaria o clube com gasto mensal dos mais baixos do Brasil. Para que isso ocorra terá que se livrar de jogadores com salários altos e que não estão nos planos.

Quatro atletas encabeçam a lista nesse sentido. Diego Souza e Cícero têm contrato acabando em dezembro, mas cláusulas de renovação automática que os vincula até o fim de 2021. O centroavante tem salário na casa dos R$ 300 mil, enquanto o volante recebe R$ 250 mil. Nenhum dos dois está nos planos.

Outros dois atletas com salários altos estão fora dos planos: Leo Valência e Joel Carli. O chileno recebe R$ 250 mil, mas só tem contrato até julho. O argentino, por sua vez, renovou por meio de uma cláusula automática até o fim de 2021 e tem vencimentos na casa dos R$ 230 mil. A diretoria tentará a saída de todos eles.

futebol ao vivo, jogo ao vivo, jogo ao vivo grátis, jogo do PSG ao vivo, jogo do Flamengo ao vivo

Vender atletas com valor de mercado

A lista de jogadores que podem sair do Botafogo é muito maior do que os quatro jogadores citados acima. Outros jogadores com contrato longo têm valor de mercado e podem ser negociados com outros clubes. Seja com dinheiro ou como moeda de troca para trazer algum reforço desejado. São eles: Alex Santana, João Paulo, Gatito e Luiz Fernando.

O que tem a situação mais bem encaminhada é a de João Paulo. O meio campista está com proposta do Besiktas, da Turquia, nas mãos e espera uma outra do Seattle Sounders, dos Estados Unidos. A preferência é seguir para o continente norte-americano, onde, inclusive, gostaria de firmar moradia com a família. A proposta seria na casa dos US$ 2 milhões (cerca de R$ 8,2 milhões), e o Alvinegro investiu R$ 3 milhões por 60% dos direitos econômicos junto ao Santa Cruz, em 2017.

Alex Santana, por sua vez, teve grande temporada e acumula sondagens de times da Europa, segundo revelou o site Fogo na Rede. O jogador marcou dez gols em 42 jogos e tem tudo para ser negociado antes do início da próxima temporada. Situação semelhante vive Gatito Fernández. Destaque do Botafogo e do Paraguai pode sair caso recebe boa proposta.

A situação mais complicada é a de Luiz Fernando. É que o Botafogo investiu R$ 3 milhões por 50% dos direitos econômicos do atleta em 2018. Em sua primeira temporada com jogo ao vivo grátis, o atacante demorou a engrenar, mas terminou o ano em alta. O problema é que ele não conseguiu repetir o bom desempenho nessa temporada. É mais um que pode ser vendido ou até mesmo envolvido em uma troca. O Atlético-MG demonstrou interesse no jogador durante conversas entre as diretorias.

futebol ao vivo, jogo ao vivo, jogo ao vivo grátis, jogo do PSG ao vivo, jogo do Flamengo ao vivo

Realizar contratações certeiras

Não será apenas de saídas o protagonismo do Botafogo no mercado da bola. Poucos atletas chegarão ao Alvinegro. Poucos e certeiros. Pelo menos é isso que a diretoria de transição tem dito. Dois nomes negociam. O primeiro é do volante Lucas Mineiro, indicação do técnico Alberto Valentim, com quem trabalhou no Vasco.

O segundo é Vinicius, visto no jogo do PSG ao vivo. O apoiador do Atlético-MG seria um dos líderes do projeto nesse primeiro momento. Porém, as negociações estão emperradas no alto valor pedido. O Botafogo deseja pagar algo na casa dos R$ 150 mil, mas a pedida do atacante é superior. Ainda há chance de haver um acordo.

Pagar dívidas com elenco

Além de desfilar no mercado da bola, o Botafogo também terá que arranjar dinheiro para pagar salários de jogadores que atuaram em 2019, como anos atrás víamos no jogo do Flamengo ao vivo. Está tudo acertado com o elenco até outubro. Novembro, que venceu no último dia 5, dezembro, 13º e férias são as dívidas do Alvinegro.

A diretoria de transição é formada por cardeais que sempre colocaram dinheiro do próprio bolso para sanar essas dívidas. Ainda não se sabe o que acontecerá nesse sentido, mas caberá a eles encontrar uma solução.